terça-feira, 25 de setembro de 2012


Estilo em qualquer lugar
Como nós, integrantes do jornal da escola, fomos na semana passada conhecer a HMA Recicladora, não têm como não citar o famoso “lixão” da novela “Avenida Brasil.” Quem não conhece a “mãe Lucinda” com toda a sua maneira de se vestir? Mesmo morando num lixão, ela aproveita os materiais recicláveis para isso, ela usa brincos, anéis, toucas, colares e tudo pra ficar ainda mais estilosa. Além disso, ela deixa a sua casa e a das crianças sempre bem limpinha e arrumadinha. E como não falar do velho “Nilo”, esse sim, muito desleixado, vive sujo, malcuidado, sempre bebendo, se veste com roupas todas rasgadas, até dá nojo de olhar. Já as crianças, também são muito lindas, as meninas aproveitam os resíduos para fazer alguns acessórios, os meninos aproveitam os materiais para fazer brinquedos,  e até vou citar que aqui na escola nós, alunos, já fizemos algumas vezes isso de aproveitar os materiais recicláveis para fazer bolhinhas de futebol e algumas bonecas. A equipe de produção da novela está de parabéns, porém será que a realidade é mesmo essa? Certo é que muitas pessoas vivem no e do lixo. Sendo pessoas, são criativas e mostram sua personalidade em sua forma de vestir, morar e viver.
                                                                             Ândrea Lirio e Julia Balbinot 

segunda-feira, 24 de setembro de 2012


Uma empresa de reciclagem bem perto de você!



Você é daquelas pessoas que ficam satisfeitas ao colocar seus resíduos em frente a sua casa para que sejam levados para longe, sei lá para onde?
Ou você é uma pessoa preocupada com o futuro do Planeta e preocupa-se com a montoeira de resíduos gerada a cada dia?
Nunca pensou sobre o assunto?
Pois eu também não, até que, na segunda-feira, dia 17 de setembro fui visitar o lugar onde são acumulados resíduos para reciclagem. Lá os trabalhadores separam os resíduos em sacos gigantes, que chamam de bags. Lá há algumas máquinas para processar o material reciclável, mas Estevão, um dos sócios e dono da empresa, pensa em adquirir mais algumas máquinas para facilitar o trabalho.
Lá estão acumulados diversos tipos de resíduos dentro e fora de um galpão. A  área situa-se na zona rural, porém muito próxima à escola.
Observei que, mesmo com todo o material que há no local, não havia um mínimo odor, o que foi inesperado para todos.
Se você tiver curiosidade de conhecer o local, acompanhe no mapa para chegar à localidade descrita aqui.

Fonte da imagem: http://maps.google.com.br/

terça-feira, 18 de setembro de 2012


Rua José Sachet


É por aqui que, todos os dias, passam vários estudantes da EMAC. É uma rua importante que divide os bairros São Luiz e São Francisco. Ali já aconteceram alguns acidentes  envolvendo alunos da nossa escola. Um deles, fatal, que vitimou o estudante Douglas Arenhart. Depois disso, ali foi colocado um quebra- molas.  Muitas residências estão sendo construídas nesta rua, mas ainda falta a calçada para os pedestres, por isso é perigoso transitar por ela e muitos pais preferem pagar transporte para os filhos, mesmo que residam próximo à escola. Nossa escola plantou, em 2003, cerejeiras ornamentais ao longo de toda a rodovia, porém infelizmente muitas não sobreviveram. É uma pena, pois a rua poderia ter se transformado num verdadeiro túnel florido e as pessoas, assim como fazem os japoneses quando esta espécie floresce, poderiam sair de suas casas só para apreciar o espetáculo.

segunda-feira, 3 de setembro de 2012


Sala dos professores

Quem nunca se perguntou o que tem lá dentro? Então, fomos até lá e, nossa descoberta foi: na sala dos professores tem uma cozinha com micro-ondas, fogão, pia, uma mesa central, onde se reúnem para planejar, conversar e comer. Há também vários livros para trabalhos e pesquisas, dois computadores e duas impressoras para serem usados pelos professores, e também tem armários para os professores guardarem suas coisas, pois não é fácil ter que ficar, às vezes, o dia todo na escola, por isso eles tem todo esse conforto e comodidade que uma escola pode oferecer.



Júlia Balbinot

quarta-feira, 15 de agosto de 2012


Dupla Dinâmica
Na infância, sempre elegemos um herói, seja dos quadrinhos ou da televisão, porém começamos nossa vida com o maior de todos os heróis, nosso pai, que nos ajuda e que é um modelo. Aliás, na nossa história, não há apenas um herói e sim, uma dupla dinâmica, pois existe a mãe também, estamos falando de Roque Hunning e de Mariza Umützemberg.
Um casal que trabalha junto. Eles são donos de uma estofaria. Quem começou este empreendimento, foi Mariza com seu irmão e, por acaso do destino, o irmão faleceu e ela continuou o que ambos faziam juntos. Assim, ela já está trabalhando há 30 anos neste ramo.


Agora conta com a parceria do marido, que além de pai é também seu colaborador. Ela não gosta do que faz, simplesmente adora seu trabalho. São os únicos funcionários do estabelecimento e não pretendem aumentar o seu negócio. Ambos dizem que está muito bom assim, que conseguem o sustento, além de serem felizes.

Amor sem limites
Hoje em dia existem pessoas para todos os gostos e como há poucos passou dias comemoramos o dia dos pais, resolvemos falar dos seus estilos.
Existem pais modernos, caretas, novos, velhos, parceiros, comprometidos, outros nem tanto, mas todo pai tem um estilo.
A maioria dos pais trabalha e passa pouco tempo com os filhos, outros são bravos, são pessoas sérias que não gostam de muitas brincadeiras, mas há outros que gostam mesmo é de se divertir. Os pais são nossos amigos, conselheiros que sempre nos ajudam, quando estamos com alguma dificuldade, às vezes, nos dão uma graninha para nos verem felizes, mesmo quem não tenham boas condições financeiras. Atualmente muitos jovens não valorizam seus pais, alguns têm até vergonha deles. Não sabemos como isso é possível, afinal, pai é pai e ele está sempre conosco. Os pais, ás vezes, passam vergonha das besteiras que fazemos, mas nunca nos deixam na mão. Também ninguém é perfeito, todos nós erramos. Não podemos esperar só quando eles se forem, para perceber que deveríamos ter lhes dado valor, pois esse tempo não vai voltar, o que vai voltar é a vontade de voltar no tempo.

 Pai é uma coisa única que não há palavras para descrevê-lo com exatidão. Ele é nosso herói sem capa, é o nosso rei sem coroa. O seu único defeito é que ele não é eterno, então aproveite cada momento com ele como se fosse o único. Sorria, brinque  divirta-se independentemente se ele for bravo, sério ou tranquilo, seja seu amigo e companheiro.

terça-feira, 31 de julho de 2012


Aniversariantes de agosto


Fazer aniversário é aprender a valorizar o tempo, é ter certeza que ao menos uma vez no ano a vida será vista de uma maneira diferente.
Parabéns para esta galera que aniversaria no mês de agosto. Sejam felizes!

01/08- Enzo Marchesin
01/08- Vicente Oliveira de Mello
02/08- Amanda Fanton
02/08- Murilo Scalcon Alves dos Santos
03/08- Ramon Chenta Ribeiro
05/08- Gabriela Luíza Giliotto Carbolin
06/08- Yuri Felipe Ribeiro de Oliveira
07/08- Fernanda Borges Camargo Rodrigues
07/08- Luiz Augusto Souza da Silva
09/08- Gabriel Angelo Spuldaro
10/08- Cristiane Lazzari Pozza
10/08- Wesley Cambruzzi Dias 
11/08- Gabriel Perin
13/08- Clara Eduarda Fachini
13/08- Eduardo Matzenbacher de oliveira
13/08- Erick Xavier Trevisan
13/08- Ruan Policarpio de Braga
15/08-Jociéle Andrade dos Santos Fachini  
15/08- Luana Clarice de Oliveira
15/08- Stheffany de Oliveira Schiller
16/08- Alana Müller 
20/08- Eduarda Pereira de Paula
20/08- Manuela Domingues de Cezero 
20/08- Patrícia Scalcon Haefliger
21/08- Luan Luciano de Almeida Alves 
21/08- Maurício Augusto Possa Silva
22/08- Diogo Bones Rosa
22/08- Eduardo Antonio de Pariz dos Reis 
23/08- Amanda Matovani
23/08- Ezequiel Cunha Skorek
23/08- Nycholas Spagnolo Bêz
23/08- Vinícius Turcatto
24/08- Gustavo de Farias Pinto  
24/08- Nicoli Berlaver Henz
25/08- Giulia Morgana Vian
25/08- Letícia Kosvoski de Goes  
30/08- Letícia Balbinott
30/08- Lucas Balbinott
31/08 Amanda de Lima Spuldaro
31/08- Bianca Ames Ribas de Souza
31/08- Eduardo Settin    
31/08- Guilherme Pertile Votorello Milani  

segunda-feira, 2 de julho de 2012

É hora de mudanças
O nosso vizinho, o bairro São Francisco, onde mora um grande número de alunos da escola, está passando por muitas mudanças já faz um tempinho... De manhã cedinho, as principais ruas do bairro estão trancadas, pois está sendo feita a obra de tratamento de esgotos, é o primeiro bairro de Farroupilha que contará com o tratamento de esgotos. Há pouco tempo também foi construído o novo condomínio do bairro, tem 280 apartamentos e abriga muitas famílias.
Essas mudanças são positivas para o bairro São Francisco que está crescendo e se desenvolvendo muito rápido, junto com a população.  Aos poucos o bairro vai se transformando em uma “mini cidade”, com tudo o que tem direito, daqui a pouco vai ser um dos melhores bairros da cidade para morar, não duvide! Pois estamos chegando...
No entanto o progresso traz consigo conseqüências, com a expansão do bairro, estão acabando com toda a área verde que tem ao redor do bairro.








Camilla Bernardi

terça-feira, 26 de junho de 2012


Baiano ou Gaúcho?
Seu Jorge Bitencourt de Mello, mais conhecido como Baiano, tem este apelido porque seu pai nasceu na Bahia. Ele tem 50 anos, é uma pessoa de humor instável - costuma dizer que dentro dele existem um anjo e um demônio que aparecem conforme a situação. É casado e tem três filhos, trabalha na escola manhã e tarde, como zelador.  É responsável e adora ajudar.
Seu relacionamento com os alunos e seus colegas de trabalho é bom, porém disse que é difícil manter a disciplina dos alunos.
Baiano mora em Farroupilha já faz quinze anos.
Alguns alunos gostam do Baiano e alguns não gostam, por que será?
Na verdade quem não gosta são os que mais aprontam, pois devido a sua profissão, tem de repreendê-los.   

terça-feira, 19 de junho de 2012



O cérebro da escola

Olha só! Este é o nosso laboratório de informática, é onde o mundo se abre aos alunos de um jeito diferente. É onde a gente faz trabalhos escolares como pesquisas, formação de texto, e também, é claro, é onde a gente produz o nosso jornal. Na sala há 19 computadores, também tem um datashow e a escola tem internet que facilita o nosso aprendizado. São realizados trabalhos em várias matérias que são feitos nesta sala. Nós, alunos, utilizamos muito os recursos dados pelos computadores. Nessa foto, estamos nós, do jornal, realizando os nossos textos. É aqui que todos nós trabalhamos com a informática e é por isso que a gente tem de cuidar desse material que a escola proporciona para nós, alunos, se quisermos continuar freqüentando este laboratório.
                                                         Ândrea Lirio 

terça-feira, 12 de junho de 2012


Sala de Vídeo
É onde os professores reservam um espaço para a turma assistir a um filme. É também é uma forma dos alunos poderem fazer algo diferente do dia a dia em sala de aula.
Também é uma ótima forma para os professores aperfeiçoarem ainda mais seu conteúdo.
Em Português, os estudantes podem abrir mais a sua mente para os textos  lidos, discutidos e produzidos em salas de aula. Até mesmo em matemática, todos podem tirar algumas dúvidas que muitas vezes, fazem diferença. Na matéria de ciências, a classe pode entender um pouco mais sobre o que a professora vem ensinando. História é uma forma de todos poderem mergulhar de cabeça nas histórias de nossos antepassados.
São diversas matérias e, com certeza, este local dá a oportunidade dos alunos abrirem mais a mente.
Aliás, os filmes são uma forma muito interessante dos alunos abrirem sua imaginação, imaginar algo a mais no filme, ou até mesmo um final diferente, pois muitas vezes o filme não toma o rumo esperado pelo telespectador.
Por isso, a sala de vídeo é muito especial em nossa escola, pois se formos ver não são todas as escolas de nossa cidade que podem apreciar um lugar tão interessante como este que temos.
Então é muito importante que todos cuidem, saibam apreciá-la, e também cuidá-la, para que os próximos alunos de nossa escola possam ter o mesmo privilégio que estamos tendo hoje.
Gabriela F. dos Santos

quinta-feira, 24 de maio de 2012


Pátio da escola
O pátio da escola é o lugar onde os alunos podem se divertir de várias formas, durante o recreio, ou fazer os exercício determinados pela professora, no período de aula de educação física.
É onde todos brincam juntos, procuram descansar, praticam esportes, jogam conversa fora, alguns até estudam. Além de tudo, é o lugar onde os alunos mais gostam de passar o tempo durante o período escolar.
Mas para que todos possam fazer todas estas coisas, é preciso que se tenha um ambiente agradável, onde todos possam se sentir bem e acolhidos pelo próprio local, não somente que se tenha um ambiente sem brigas e bastante social, mas também é preciso que todos cuidem do pátio, sem estragar nada, sem sujá-lo, mantendo-o sempre limpo, porque ninguém gosta de estar em um ambiente sujo e decadente.
Além de tudo isso, a nossa escola tem coisas que muitas escolas, infelizmente, não têm a possibilidade de ter. Como a nossa área coberta que foi feita há pouco, dois anos atrás, porque até antes disso, em tempos de chuva, os estudantes não podia ter aula de educação física, a não ser que o salão do bairro estivesse disponível para que a aula fosse realizada, ao contrário,  aula de educação física dentro da sala!
Também encontramos no belo pátio de nossa escola uma das coisas mais lindas e mais apreciadas pelos seres humanos até hoje, a natureza, árvores deslumbrantes, que só elas conseguem ter sua beleza, são elas que dão vida ao nosso planeta e também são elas que dão sombra aos nossos alunos, e, além de tudo, são elas que deixam o nosso pátio lindo, colorido, cheiroso, são elas que dão vida ao nosso pátio.
Antes e Depois
Gabriela F. dos Santos


quarta-feira, 16 de maio de 2012


Espaço para criar!
A sala de artes é onde os alunos da nossa escola podem se expressar, até mesmo em um pedaço qualquer de folha. Onde qualquer mínima ideia ou pensamento pode virar uma bela inspiração e até obra de arte, também é onde o aluno mais pirracento da turma pode se transformar, num instante, no melhor. É um lugar onde todos podem compartilhar ideias uns com os outros, onde todos têm a liberdade de expressão, cada um de sua forma.
Todos podem aprender nem que seja um mínimo detalhe que poderá não fazer diferença alguma para alguns, mas para outros que, mesmo que não seguirem está profissão, poderão sim fazer grande uso dessas informações um dia.
Além de ser um lugar onde todos podem juntar suas ideias e transformá-las em novas e diferentes, é onde todos podem descobrir coisas novas, descobrir um pouco mais dentro de si mesmo e saber mais sobre seus próprios sentimentos e a força dos seus pensamentos e da sua criatividade.
De vez em quando, na verdade quase sempre, antes de começar a aula de artes na escola, ou em qualquer outro lugar, muitas pessoas, ou até artistas desconheciam seu potencial. Temos certeza que da nossa sala de artes ainda sairão muitos artistas, se depender das ótimas professoras, da qualidade de material e do ensinamento.

quarta-feira, 25 de abril de 2012


ARROTO-BOY
Criado por Maycon Picoli, em 07/04/2012
Identidade secreta: Caruncho Lima Pinto, estudante da escola Dessabenças da Saia Curta.
Local de nascimento: desconhecido, já que foi encontrado na frente de uma casa, onde foi criado até seus 14 anos de idade, depois foi abandonado.
Comunidade a que pertence: favela da Rosicanha que fica no Brasil.
Namorada: não conseguiu por causa de seu bafo.
Olhos: verdes (verde esgoto).
Cabelos: loiros e lambidos (mas aquele loiro cor de gordura).
Poderes: arrotar com incrível força e mau cheiro, olfato e audição de um rato e o poder de se transformar em um gambá, rato ou urubu.
Fonte dos Poderes: quando ele era criança, caiu no esgoto, e se ele comer alimentos malcheirosos seus poderes aumentam e seus ferimentos cicatrizam muito rapidamente.

A Diretora Perversa
Mais uma vez, o sol nasce para o Brasil e, enquanto a maioria das pessoas está despertando, Caruncho Lima Pinto já esta acordado, pois passou a noite inteira acordado tentando arrumar uma televisão que tinha achado, porque ele não tinha dinheiro para comprar uma nova. De repente, começaram a sair sons, depois imagens e faíscas com fumaça  e, então, o aparelho explodiu.Aí o jovem se desiludiu e foi dormir, já que o EJA era só a noite.
Pobre garoto, só tem 16 anos e já foi abandonado duas vezes, ganhou superpoderes, estava fazendo EJA e morava em um barraco no lado mais sujo da favela da Rosiganha, que era a favela mais suja e perigosa do todo o Brasil.
De repente,o telefone, que ele havia conseguido consertar, tocou acordando Caruncho que atendeu. Era a diretora que ligara para avisar que não haveria as provas finais para todos, pois as provas foram roubadas pela gangue do Papagaio -do- Mar e eles pediram uma quantia muito alta para devolver as provas.
Então ela desligou. Caruncho ficou espantado, ele precisava das notas das últimas provas para passar e voltar à escola normal. Pensando nisso, Caruncho decidiu recuperar as provas, e ele sabia que precisaria de seus poderes, então se disfarçou colocando uma máscara, roupa verde e capa, luvas, botas e um cinto roxo. No meio do peito, estava estampado o brasão de uma boca arrotando. Ele se intitulou Arroto-Boy. Então saiu para procurar respostas.
Arrotando cebola com mortadela na cara de um falsificador, Arroto-Boy descobriu que o Papagaio -do- Mar e sua gangue estavam em um antigo colégio ali mesmo, na favela.
Ao chegar lá, viu que a porta estava trancada, mas havia luz e sombras lá dentro, então ele se transformou em um rato, passou por um buraco que havia na porta. Já lá dentro,  voltou ao normal e começou a andar, até que ouviu, com sua super audição, dois garotos conversando. Então, ele desviou aquele caminho. Quinze minutos depois, ele não teve a mesma sorte: sete garotos com skates apareceram e o atacaram com cassetetes. Então ele deu um arroto que deixou três inconscientes, bateu em dois, virou um urubu e bicou e arranhou os outros dois.  Depois os levantou pelas cuecas e os jogou contra a parede.  Então  sentiu cheiro de comida e foi para o refeitório, mas estava cheio de integrantes da gangue do Papagaio. Aí  virou um gambá, entrou, soltou uma bomba de gás que deixou todos inconscientes.
Quando saiu, se sentiu um pouco cansado. Quando ia comer algo para recuperar as forças, ouviu som de mais integrantes da gangue. Então, comeu uma cebola em conserva e quando terminou estavam cinquenta garotos com soqueiras, pedaços de pau e cassetetes na sua frente. Começou a lutar bravamente.  Ele arrotava, chutava, mordia, bicava e quando  achou que estava próximo da vitória, levou uma paulada na cabeça que o deixou inconsciente. 
Ao acordar, ele estava defronte à diretora e, ao seu lado, estava o Papagaio -do- Mar e, mesmo muito ferido, nosso herói conseguiu falar:
-Você!
-Sim, eu - disse a diretora – mas meu filho Papagaio -do- Mar me ajudou.
-Por quê? – perguntou o superdotado, ligando o gravador que tinha consertado em casa.
-Porque aquele lixo de escola é a única coisa que impede que meu filho domine toda a favela, é, aquele lixo de escola continua ensinando o bom caminho aos jovens. Sabe, esse colégio, fui eu quem o fechou.

-Só que você não vai conseguir fechar a escola Dessabenças da Saia Curta.

-Como não? Roubar as provas foi a gota da água para o Ministério da Educação e eles vão fechar a escola, você vai virar carvão. - falou jogando gasolina na sala e depois jogou um fósforo no chão e saiu.

Então o garoto percebeu que ela tinha esquecido as provas e, rapidamente se transformou em um rato se soltando das cordas que o prendiam. Em seguida comeu uma pizza de cebola com atum, se regenerando e fortalecendo seus poderes. Então ele soltou um arroto que apagou o fogo e abriu um buraco no teto, virou um urubu e voou com as provas para o Ministério da Educação.  Ao chegar lá, explicou o que havia acontecido e mostrou a gravação. Ao descobrir tudo, o Ministério decidiu não fechar a escola e ligou para a polícia que prendeu a diretora e toda gangue, que estavam comemorando em uma festa.

No final, Arroto-Boy virou herói, começou a combater o crime e fez a Rosicanha virar a favela mais limpa e pacífica do Brasil. Depois de isso tudo, Caruncho fez a prova e passou.

 


Anel, quem não usa?
 Anel é um acessório usado por todos, tanto homem, mulher, criança e idoso. Alguns usam para simbolizar um casamento, ou até mesmo um gesto de devoção a alguma religião, mas na maioria das vezes é para simplesmente o uso de um pequeno acessório. O anel usado em cada dedo tem um significado. Vejamos cada um deles:

CURIOSIDADES:

O dedo polegar simboliza a força de vontade em uma pessoa. Esse dedo está conectado com o EU interior de uma pessoa. No caso de você ter usado um anel neste dedo, você precisa ficar atento às mudanças que acontecem em sua vida. O anel, então, ajuda a aumentar a sua força de vontade.

O dedo indicador representa liderança, autoridade e ambição. Esse dedo é considerado como representante de um certo tipo de poder. Isto foi particularmente observado antigamente, quando reis poderosos usavam anéis em seu dedo indicador. Portanto, usando um anel neste dedo iria ajudá-lo a dar um impulso nessa direção.

O dedo médio representa a individualidade de uma pessoa. Localizado no meio, ele simboliza uma vida equilibrada. Usando um anel neste dedo irá ajudá-lo a adicionar equilíbrio à sua vida.

O dedo anular é o quarto dedo. Este dedo anelar da mão esquerda tem uma conexão direta com o coração. Portanto, o anel de casamento é usado neste dedo. Ele também representa as emoções (afeto) e criatividade em uma pessoa. Usando um anel na mão direita iria ajudá-lo a tornar-se mais otimista em sua vida.

O dedo mindinho representa tudo sobre relacionamentos. Esse dedo é tudo sobre a nossa associação com o mundo exterior, em comparação com o polegar, onde concentra o eu interior. O mindinho representa a nossa atitude para com os outros. Usando um anel neste dedo ajuda em suas relações, particularmente em termos de casamento e ajuda a melhorar as relações comerciais também. Também ajuda a mudar a atitude de uma pessoa para se relacionar melhor no geral. Fonte: Magia Zen

Emily Susan Lorenzatti Maziero

Sala de Aula
A sala de aula é o lugar onde os alunos passam mais tempo, é onde têm o dever de ouvir, participar, dentre outras coisas, mas o mais importante, todos estão lá para aprender.
E os professores, assim que entram na sala, também têm o dever de debater assuntos da matéria, explicar, mas o mais importante é levar o ensinamento.
Na sala de aula é onde o ensinamento é cultivado, é o lugar onde cada um dá o máximo de si para aprender a cada dia mais, para que um dia possam levar seu conhecimento aos outros que estão aqui e que estão por vir.
É muito importante que cada um preste atenção quando o professor estiver falando, debater junto com os colegas suas ideias, para que possam saber a opinião de seus colegas também, fazer as tarefas solicitadas pelos professores (é umas das coisas mais importantes, pois é com isso que exercitam mais o que aprendem), ajudar o colega que tem dúvida, tirar as dúvidas com o professor em momentos convenientes. Tudo isso é muito importante para o bom desenvolvimento de cada um, para que todos possam ir bem durante o ano letivo e receber  seu boletim, podendo se orgulhar do desempenho e, no final do ano poder ser aprovado.
Mas também é um lugar muito organizado, está havendo até mesmo um projeto, para que se tenha mais organização nas salas de aulas e, com isso agora os alunos estão sempre procurando deixar a sala arrumada para a próxima turma, para que no final  a turma receba uma recompensa.
Recomendações dos Alunos
Muitos alunos fazem reclamações importantes, como a troca de quadros de algumas salas de aulas, por estarem um pouco gastos, das cadeiras que são desconfortáveis, dizem que falta  ventilação no verão e aquecimento no inverno, dentre outras coisas que poderiam ser melhoradas.
Gabriela.